• Projeto Chōchō

    Aprendizagem socioemocional: dicas para creches e pré-escolas

    Assim como os pais, a creche e a pré-escola podem ajudar as crianças em seu desenvolvimento social e emocional de várias maneiras. Veja no post de hoje, dicas de como desenvolver estas habilidades nas crianças desde cedo.


    História de Gabi

    Gabi, de três anos, tinha acabado de chegar na creche e estava tendo dificuldade em se despedir de sua mãe, Júlia, pela manhã.


    Carla, uma das funcionárias da creche, conheceu Gabi e Júlia de manhã e sugeriu que, para o outro dia, escolhessem uma foto de família para que Gabi, pudesse lembrar da mamãe e do papai quando sentisse falta deles durante o dia.


    Em casa, Gabi pegou uma foto do álbum de família e colocou em sua mochila, Júlia fez a mesma coisa, pegou uma foto e colocou em sua bolsa.


    "Quando eu sentir sua falta durante o dia, vou olhar para a sua foto para me sentir melhor", disse Júlia. "Eu também", respondeu Gabi.


    Na manhã seguinte, na creche, Júlia percebeu que Gabi estava começando a ficar chateada. "Mamãe tem que ir agora, eu vou sentir sua falta, mas lembre-se que nós dois temos nossas fotos para olhar para nos fazer sentir melhor até que eu volte à tarde."


    Carla notou o que estava acontecendo e aproximou-se da Gabi e disse:


    "Posso dar uma olhada na sua foto?", Gabi animadamente tirou a foto da mochila para mostrar à Carla. “Nossa, como todos vocês parecem felizes! Vamos fazer uma moldura bem bonita para a sua foto."


    LEIA MAIS 4,5 problemas mais comuns da adaptação escolar do seu filho: saiba como lidar com eles


    O que os educadores da primeira infância podem fazer


    O apoio efetivo ao desenvolvimento de habilidades sociais e emocionais constrói a compreensão e as habilidades das crianças começando pelo que elas podem fazer e encorajando-as a dar o próximo passo. Os serviços de creche e pré-escola podem ajudar as crianças em seu desenvolvimento social e emocional de várias maneiras, como por exemplo:


    O ensino formal em sala de aula mostra às crianças quais são as habilidades e incentiva-as a pensar sobre os tipos de situações em que podem usar suas habilidades.
    • Construir relacionamentos com as famílias para que as crianças se sintam seguras e confortáveis ​​com a equipe da creche ou da pré-escola;

    • Conhecendo cada criança;

    • Ser caloroso e responsivo com crianças;

    • Organizar experiências apropriadas em termos de desenvolvimento que promovam o desenvolvimento social e emocional (por exemplo, ajudando as crianças a começarem a se revezar e compartilhar);

    • Ter conversas e contar histórias com crianças sobre emoções e situações sociais;

    • Conversando com as crianças sobre eventos, seus sentimentos e os sentimentos dos outros e como eles se relacionam com os comportamentos;

    • Ajudar as crianças a manter um senso de conexão com suas famílias enquanto estão no serviço (por exemplo, usando fotografias e itens de casa);

    • Estar com as crianças e reconhecer seus sentimentos quando se separam de seus pais, e organizar estratégias com as crianças e suas famílias para facilitar as separações (por exemplo, estabelecer uma rotina de "bye-bye");

    • Compartilhar informações e idéias sobre as experiências da criança com a família durante o dia (mandando fotos e vídeos via whatsapp, por exemplo);

    • Ajudar as crianças a aprender como se dar bem com outras pessoas (por exemplo, incentivar as crianças a participar de experiências em grupo);

    • Organizar oportunidades para as crianças brincarem juntas e apoiar seus esforços de construção de relacionamentos;


    LEIA MAIS Aprendizagem socioemocional: dicas para os pais

    Relações afetuosas, receptivas e de confiança ajudam as crianças a entender como as relações positivas funcionam e o que esperar delas. As crianças aprendem habilidades sociais e emocionais e são motivadas a criar seus próprios relacionamentos positivos com os outros à medida que crescem e se desenvolvem.


    Como o pessoal da escola pode ajudar

    O ensino formal em sala de aula mostra às crianças quais são as habilidades e incentiva-as a pensar sobre os tipos de situações em que podem usar suas habilidades.


    Para tirar o máximo proveito desse aprendizado em sala de aula, as crianças precisam aplicar suas habilidades em todos os tipos de situações.


    Definir o tom para relacionamentos positivos e de apoio

    Estabelecer uma relação de confiança com os alunos e tornar a sala de aula um ambiente de aceitação, demonstrando respeito, ouvindo os alunos e transmitindo expectativas positivas sobre o comportamento respeitoso e afetuoso. Mostre aos seus alunos que todos precisam de ajuda ocasionalmente modelando esse comportamento e pedindo ajuda. 


    Normalize a aprendizagem social e emocional

    Converse sobre sentimentos, administre amizades, lide com conflitos e pense nos problemas como parte da conversa cotidiana em sua sala de aula e em torno da escola. Isso cria uma expectativa de que a aprendizagem social e emocional é uma parte normal e valorizada da vida escolar e que todos se beneficiam da aplicação das habilidades aprendidas. 


    Apoie a autoconfiança

    As crianças constroem autoconfiança ao verem que são capazes e que suas contribuições são valorizadas. Ofereça oportunidades para todos os alunos assumirem responsabilidades por meio de papéis e tarefas especiais, garantindo que todos tenham uma oportunidade. Construa seu senso de capacidade, bem como sua motivação, valorizando o esforço e a persistência, e não apenas os resultados.


    Aprecie as diferenças individuais e de grupo

    Promover a inclusão, reconhecendo e respondendo às necessidades individuais e diferenças culturais de estudantes e famílias. Ajude as crianças a apreciar a diversidade falando abertamente e positivamente sobre as diferenças e incentivando o respeito mútuo e a valorização positiva uma da outra. Garantir que as atividades de aprendizagem cooperativa sejam bem estruturadas para melhorar os valores e o comportamento inclusivos.


    Promova a consciência emocional

    Aprender a administrar as emoções primeiro requer estar ciente delas. A equipe da escola pode incentivar as crianças a perceber sinais corporais e a nomear ou descrever os sentimentos associados. Ofereça oportunidades seguras e de apoio para as crianças perceberem como seus corpos lhes dizem sobre diferentes tipos de sentimentos. Peça às crianças que reflitam sobre os sentimentos e os pensamentos que têm em resposta a diferentes atividades e eventos de aprendizado. Peça a eles, quando necessário, que pensem em estratégias de enfrentamento que possam tentar. 


    Ensine empatia

    Modele o cuidado e a compaixão através do seu próprio comportamento e incentive os alunos a considerarem os pensamentos e sentimentos dos outros. Promova a discussão dos sentimentos e emoções dos outros ao ler livros para a turma. Por exemplo, pergunte à classe: “Como você acha que o personagem X está se sentindo? Como você sabe?"


    LEIA MAIS Conheça uma ferramenta poderosa para promover a abertura emocional dos seus filhos


    Comunique-se de forma eficaz

    Incentive os alunos a usarem habilidades de comunicação verbal e não verbal eficazes enquanto interagem dentro da sala de aula, modelando-a por conta própria. Demonstrar o uso de linguagem corporal e postura apropriada, contato visual e tom de voz, e fornecer aos alunos oportunidades práticas para experimentar as habilidades por si mesmos.

    Peça cooperação

    Tarefas que exigem que os alunos trabalhem em duplas ou pequenos grupos são uma boa maneira de construir e reforçar habilidades importantes de relacionamento.



    Para maximizar a eficácia do trabalho cooperativo em grupo, as habilidades e estratégias de comunicação necessárias devem ser ensinadas com antecedência, e a tarefa do grupo precisa ser esclarecida. Ao alocar a participação no grupo, é importante estar alerta para os conflitos pré-existentes dos alunos que podem interferir na cooperação em sala de aula e que podem exigir apoio e intervenção extra.


    A composição rotativa do grupo, para que os alunos trabalhem com diferentes membros do grupo, ajuda a construir uma série de habilidades sociais e promove a inclusão.


    Esperamos que nossas dicas de como promover o aprendizado socioemocional nas pré-escolas tenha sido bastante útil para você.


    Deixe sua opinião nos comentários abaixo e compartilhe!


    Fonte: Projeto Chōchō

    23 visualizações

    © 2020 Projeto Chōchō